Folha de Embu

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Local

Sabesp vai dar desconto na conta aos locais afetados pela falta de água

Folha de Embu | Atualizado em: 18/02/2010 00:00:00
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) promete compensar todos os mais de 750 mil consumidores das cidades Embu das Artes, Taboão, Itapecerica da Serra,  Embu-Guaçu, Cotia e dos bairros de São Paulo que ficaram com as torneiras secas por até cinco dias por causa do rompimento de uma adutora na zona sul da capital.

A decisão da Companhia atende a reivindicação dos usuários das regiões afetadas que a todo instante relatavam a insatisfação de pagar as contas integralmente, já que não tinham água.  

A falta de água provocou revolta e indignação na população que sofreu na pele e acabou sendo forçada a comprar botijões de água com preços inflacionados. A falta de água tem se repetido com freqüência em toda a região, evidenciando a necessidade urgente de investimentos para evitar esse tipo de falha que interfere diretamente na rotina dos moradores.

Os clientes terão uma redução no valor da conta mensal correspondente à tarifa mínima cobrada por 10 metros cúbicos por mês  equivalente a 10 mil litros de água. Esse valor, segundo a companhia, varia de acordo com o tipo de tarifa aplicada  residencial social, normal, social, comercial ou industrial. As contas com os descontos devem chegar aos consumidores com o valor correto a partir do dia 4.

A companhia calcula que cerca de 300 mil consumidores com medidores individuais terão conta zero, pois consumiram no período até 10 metros cúbicos. Os demais 450 mil moradores afetados pelo problema de abastecimento deverão pagar apenas a diferença entre o oferecido como desconto e o que excederam no consumo. Ou seja, se usarem, por exemplo, 40 mil metros cúbicos, terão o valor equivalente a 10 mil metros cúbicos descontados do total de suas contas.

Um consumidor residencial normal, conectado à rede de água e esgoto, por exemplo, terá uma compensação de R$ 27,28. No caso de um consumo de 15 metros cúbicos, a conta seria de R$ 48,58. Com a redução, a cobrança passará a ser de R$ 21,30, ou seja, 56% a menos.

Nos casos de condomínios residenciais que tenham apenas um medidor, o cálculo será feito considerando-se todas as unidades habitacionais existentes. Por exemplo: um prédio de apartamentos terá a compensação referente à tarifa mínima para cada um deles subtraída da conta total. Assim, um edifício de cem unidades com conta de 1 mil metros cúbicos não pagará nada, já que o consumo de cada unidade seria 10 metros cúbicos, segundo os técnicos da Sabesp.

Adicionar comentário

Aviso: No momento do cadastro são capturadas informações que possibilitam a identificação individual do usuário e de seu computador

banner_linkei_1 anuncio_sansuy_1 anuncio_embu_sa_1

Folha de Embu
Fundado em 04/01/59 - Diretor: Edvan Ramos de Carvalho - Fundador: Dr. Mário Osassa
Endereço: Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 194 - Jd. Independência - Embu/SP
Cep: 06823-300 - Tel/Fax: 11 4149-9556 - Nextel 7743-8133 - Nextel ID - 13*918661 no site - E-mail: folhadeembu@terra.com.br