Folha de Embu

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Fiscalização do TCE encontra pombos nas escolas de Embu das Artes

Folha de Embu | Atualizado em: 18/08/2017 00:00:00

Divulgação/ TCENa Escola Municipal Valdelice Prass, pombos foram encontrados no refeitório

Alimentos fora do prazo de validade, latas de comida enferrujadas, geladeiras desligadas, bebidas alcoólicas, goteiras e até pombos dentro de refeitórios foram algumas das irregularidades encontradas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo durante fiscalização-surpresa realizada terça-feira (15/8) na merenda de 250 escolas paulistas.

relatório preliminar da auditoria mostrou ainda que 90,4% das unidades vistoriadas não possuem alvará do Corpo de Bombeiros (AVCB) válido e que 81,87% delas funcionam também com o alvará da Vigilância Sanitária vencido. Ao todo, foram vistoriadas 157 unidades de ensino municipais e 82 estaduais e 11 Escolas Técnicas (ETEC’s) de 210 cidades - incluindo a capital.

Escolas do interior e da Grande São Paulo também foram fiscalizadas. Em Embu das Artes (Grande São Paulo), sob a gestão de Ney Santos (PRB), foram encontrados pombos no refeitório da Escola Municipal Professora Valdelice Aparecida Medeiros Prass. O contato com os pombos pode transmitir doenças que causam perda da visão e infecções no cérebro, nos pulmões e nos intestinos.

A fiscalização do TCE também encontrou extintores de incêndio vencidos, hidrantes sem mangueira e equipamentos de cozinha quebrados e enferrujados. O objetivo do TCE é verificar a legalidade e a qualidade do gasto público

O AVCB atesta que um edifício tem condições de segurança adequadas contra incêndio. Já o documento da Vigilância indica que as determinações legais de higiene para a manipulação de produtos alimentícios estão sendo seguidas. Ambos são obrigatórios.

As fiscalizações apontaram ainda que quase 5% desses colégios mantêm estoques para a merenda fora do prazo de validade e que 23,20% deles não armazenam os mantimentos de maneira apropriada.

Os agentes do tribunal localizaram em uma única escola da capital mais de três mil unidades de bebida láctea com vencimento entre ontem e hoje. Em outras foram flagrados sacos de feijão vencidos há dois meses, latas enferrujadas e hortaliças sem refrigeração.

Também houve flagrantes de extintores de incêndio vencidos, hidrantes sem mangueira, alimentos armazenados com produtos de limpeza e equipamentos de cozinha quebrados e enferrujados. Havia pombos dentro de um dos refeitórios fiscalizados e insetos em outro.

Essa foi a quinta fiscalização-surpresa realizada pelo TCESP este ano. Já foram feitas checagens em unidades de saúde, frotas oficiais, no Programa de Saúde da Família e em almoxarifados públicos. Outras três vistorias em áreas consideradas prioritárias serão executadas até o final do ano.

 

OUTRO LADO

A Prefeitura de Embu das Artes, sob a gestão Ney Santos (PRB), disse que tem conhecimento dos pombos no refeitório da Escola Professora Valdelice Aparecida Medeiros Prass.

Segundo a administração, o acesso do refeitório possui vidros que com frequência são quebrados, o que faz com que os pássaros cheguem lá. Disse ainda que todos os vidros foram repostos nesta quinta, 17, e que a limpeza é feita diariamente.

 

Com informções do TCE e Folha de São Paulo

Adicionar comentário

Aviso: No momento do cadastro são capturadas informações que possibilitam a identificação individual do usuário e de seu computador

banner_linkei_1 anuncio_sansuy_1 anuncio_embu_sa_1

Folha de Embu
Fundado em 04/01/59 - Diretor: Edvan Ramos de Carvalho - Fundador: Dr. Mário Osassa
Endereço: Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 194 - Jd. Independência - Embu/SP
Cep: 06823-300 - Tel/Fax: 11 4149-9556 - Nextel 7743-8133 - Nextel ID - 13*918661 no site - E-mail: folhadeembu@terra.com.br