Folha de Embu

Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Após se aliar ao prefeito Ney Santos, Doda é expulso do PT

Folha de Embu | Atualizado em: 2/02/2018 00:00:00

Ana Carolina Reis/Folha de EmbuVereador poderá perder cadeira no legislativo

O PT (Partido dos Trabalhadores) de Embu das Artes expulsou na última quinta-feira (1) o vereador Doda Pinheiro por infidelidade partidária após votação unânime do diretório municipal, que tomou a decisão ao seguir parecer da Comissão de Ética da sigla. Doda, que exerce seu segundo mandato no legislativo embuense, pode recorrer, mas o partido vai exigir o mandato e fazer que o vereador perca o cargo. O suplente Didi assumiria.

A expulsão de Doda aconteceu por ele se posicionar abertamente contra decisões do PT em relação a medidas impopulares do prefeito Ney Santos (PRB), de quem se tornou aliado. Reeleito em 2016, Doda iniciou o segundo mandato como oposição a Ney, até protestou publicamente contra sonegação de documentos para fiscalizar.

Depois, em disputa interna com o grupo do deputado estadual Geraldo Cruz (PT) após a eleição da presidência do PT em Embu, em rivalidade particular com a vereadora Rosângela Santos (PT), aliada de Geraldo, Doda passou a apoiar Ney. Ele entrou em rota de colisão frontal definitiva com o próprio partido ao fazer uma declaração polêmica em apoio à cobrança da taxa de lixo criada por Ney, em meio à forte manifestação da população contra a implantação do tributo.

O Partido dos Trabalhadores, em nota, justifica a expulsão com a “posição serviçal” de Doda ao aprovar atos como a taxa e a lei contra o enquadramento das auxiliares de desenvolvimento infantil (ADIs) como professoras, considerada a gota d’água. “O processo se iniciou após a denúncia feita por um filiado que questionou a posição serviçal do vereador em relação ao governo Ney Santos, que votou a favor da taxa de lixo e de outros projetos pró-Ney, contrariando decisões internas do PT”, diz a nota.

 

Leia na íntegra a nota do Partido dos Trabalhadores 

 

PT de Embu das Artes decide expulsar vereador Doda Pinheiro

Em reunião deliberativa neste dia 1o de fevereiro, quinta-feira, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Embu das Artes decidiu em votação unânime, seguindo o parecer da Comissão de Ética, que o vereador Doda Pinheiro seja expulso do PT por infidelidade partidária.

O processo se iniciou após denúncia feita por um filiado que questionou a posição serviçal do vereador em relação ao governo
Ney Santos, que votou a favor da taxa do lixo e de outros projetos pró Ney, contrariando decisões internas do PT. O vereador vinha se colocando como base do governo, que notoriamente está punindo a população com taxas abusivas e retirada de direitos dos trabalhadores da educação.

O Partido dos Trabalhadores reafirma sua luta pelos direitos da população e não vai aceitar em momento algum que um membro do partido, seja lá quem for, tenha atitudes contrárias a essa determinação.

Partido dos Trabalhadores
Diretório Municipal de Embu das Artes

Adicionar comentário

Aviso: No momento do cadastro são capturadas informações que possibilitam a identificação individual do usuário e de seu computador

banner_linkei_1 anuncio_sansuy_1 anuncio_embu_sa_1

Folha de Embu
Fundado em 04/01/59 - Diretor: Edvan Ramos de Carvalho - Fundador: Dr. Mário Osassa
Endereço: Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 194 - Jd. Independência - Embu/SP
Cep: 06823-300 - Tel/Fax: 11 4149-9556 - Nextel 7743-8133 - Nextel ID - 13*918661 no site - E-mail: folhadeembu@terra.com.br